Archive for Junho, 2010

Filme da Semana: Braddock – O Super Comando (Missing in Action, 1984)

Junho 9, 2010

E eis que a nossa requisitada sessão Filme da Semana ressurge épicamente, assim como o personagem aqui homenageado.

Fizemos uma atualização de status outro dia no Facebook para votar em qual seria o próximo filme a ser indicado no Blog, e, apesar dos comentários e da ordem que estava sendo estabelecida, esse filme com o Chuck Norris acabou “furando a fila”, por razões afetivas e contextuais. Enfim, acontece que estamos editando um documentário onde um dos depoentes tem o apelido inspirado nesse “quase” clássico longa estrelado pelo mítico, caricato e “auto-imune” Chuck Norris, que incorpora aqui o personagem Coronel James T. Braddock pela primeira vez (este é o primeiro filme da “sequência” Braddock, que é provavelmente o trabalho mais conhecido e comentado do ator, que neste filme também assina o roteiro).

Por mais irônico que possa parecer, Chuck Norris tornou-se uma das maiores “piadas de internet” dos últimos anos. O que não ajudou a preservar e divulgar seus filmes em si, aliás, muito pelo contrário. Pra dizer a verdade, é bem difícil achar essa série do Braddock em DVD (eu mesmo baixei o filme, porque só achei cópias em VHS nas locadoras). Ou seja, eu conheço várias pessoas que sabem diversos “Chuck Norris Facts” e que nunca sequer assistiram um filme dele (pelo menos desde que completaram 15 anos, já na década de 90).

Não quero aqui tentar “regatar”, ou fazer um elogio do “quase-ator” Chuck Norris em função de um ostracismo cinematográfico talvez até justificado pelo fato de que seus filme ficam, óbviamente, aquém do que o cinema de ação americano produzia já nos anos 80 e viria a produzir nas décadas seguintes. Eu não faria isso simplesmente porque Chuck Norris já é um “Cult”, mesmo que não se assistam mais seus filmes. Mas é óbvio (e isso me faz voltar ao assunto principal desse post) que todas as piadas vieram de algum lugar, e é aí que voltamos ao filme em si.

O roteiro? Bom, Coronel James T. Braddock é um herói de guerra do Vietnam que volta ao país para provar que os soldados americanos considerados M.I.A (missing in action, ou desaparecidos em combate) não estão desaparecidos coisa nenhuma, estando mantidos desde o fim da guerra em um cativeiro pelos Vietcongues. E qual vocês acham que é a solução encontrada por Braddock para provar isso? Bom, ele descobre onde é o cativeiro, compra uma lancha e algumas armas e resolver resgatar os soldados…sozinho!

É óbvio que nenhum tiro faz sequer cosquinha no nosso herói, e que ele dispõe de força e resistência sobrehumana para cumprir sua missão impossível. O que torna o filme engraçado, no entanto, é justamente esse exagero. Chuck Norris personifica e maximiza todos os clichês do “filme de ação”. Encara o ridículo mesmo, chegando ao ponto de convencer as pessoas com uma simples encarada “sinistra”. Esse é o indestrutível Braddock…

“Nada de novo”, vocês podem pensar…ou então “eu já tinha lido os `Chuck Norris Facts` etc, etc”…claro, claro, eu também. Só que todas as piadas sobre esse cara fazem mais sentido depois que a gente revê esses filmes, engavetados em algum lugar obscuro da nossa cabeça após uma infância regada a filmes bizarros e “auto-irônicos” produzidos nos anos 80. Nem que seja, simplesmente, pra lembrar o quão sérios e chatos são os filmes feitos hoje. Especialmente os de ação, onde o cinismo se confunde com o ultraje à inteligência da platéia. Chuck Norris pelo menos reconhece que é uma piada…Ele tem até o seu “Chuck Norris Fact” favorito. Por acaso alguém aí sabe qual é??

Divirtam-se!

Ps- Esperamos regularizar a coluna…tem bastante filme na Fila…comentem e sugiram pelo Facebook ou Twitter!!