Archive for Março, 2010

Filme da Semana: Sob o domínio do medo

Março 30, 2010

Esse é o primeiro Filme da Semana feito em cima de uma sugestão de algum leitor. E a brilhante indicação da vez foi do nosso ilustre e assíduo amigo, Luís Márcio. Acho que o Luís, assim como eu, tem um gosto particular por filmes violentos, embora ele, assim como eu, seja um amor de pessoa.

A violência nesse filme de Peckimpah, no entanto, não é nada gratuita (o que também não me incomodaria). Até achei que faltou um pouco de sangue e mortes, como eu esperava de um filme deste diretor após assistir, por exemplo, “Meu ódio será tua herança”…Mas nesse filme aqui há todo um “charme” provocado pela tensão, pelo sadismo e pela pressão psicológica à qual o personagem principal é submetido.

Eu resumiria o roteiro assim; um matemático americano, nerd e esquisitão (Dustin Hoffman), vai passar uma temporada com a esposa inglesa numa casa de campo no interior da Inglaterra. O mané vê um monte de coisa absurda acontecer debaixo do seu nariz (como o assédio constante dos operários que trabalham na reforma de sua casa) sem conseguir tomar nenhuma atitude. Mas, nas últimas sequências do filme, o inofensivo matemático se transforma num pequeno monstro, assassinando e recorrendo aos mais absurdos e violentos recursos para impedir que invadam a sua casa…

Esse é um dos filmes que nem atrapalha resumir o enredo. A tensão que o permeia e o absurdo do desfecho já são suficientes para segurar qualquer um do início ao fim. E aí, justamente na hora do “vamos ver”, é que Peckimpah destila seu talento único para a estilização da violência. Impagável!

Seria o filme uma crítica ao “bom” Americano, tomado pela “honra” e pelo sentido de justiça e disposto a levar às últimas consequências sua noção de propriedade e livre arbítrio? Conhecendo um pouco a obra desse diretor eu diria que sim. Até porquê, todos esses cineastas conhecidos como “estilistas da violência” sempre trazem um certo desprezo também por ela. Ou não.

By Vinícius Cabral

Anúncios