Archive for Fevereiro, 2010

Muito mais que imagens…

Fevereiro 27, 2010

Hoje, arrumando as coisas, me deparei com o livro “Imagens” de Bergman. Não pensei duas vezes e resolvi abrir ele nas minhas partes favoritas. Já tem anos que não pego no livro, porém sabia exatamente onde essas partes estavam, pois me marcaram muito na época que li pela primeira vez (e sim, eu sou daquelas pessoas que não grifa ou marca os livros).

Foi só recomeçar a ler que comecei a pensar o tanto que esse livro me influenciou a seguir carreira na área de cinema. No natal que ganhei o livro, eu ainda estava na faculdade de Publicidade e era logo no inicio, então ainda tinha toda aquela confusão mental sobre o que fazer da vida. Minha vontade sempre foi trabalhar com cinema, apesar da minha paixão por música ser igualmente obsessiva, sempre soube que minha aptidão para o som era praticamente nula. Assim, volto agora a reler frases e parágrafos que me fizeram apaixonar ainda mais pelo cinema.

Vejo agora que a maneira como Bergman descreve, tão pessoalmente, todos os processos de seus filmes é o que diferencia o cinema para o espectador, do cinema para o cineasta. Todo mundo gosta de cinema, não importa o gênero de filme, mas amar o cinema e todos seus processos de produção é bem diferente. Sentir no seu âmago cada mínima parte desse processo é o que Bergman descreve com esse livro.

Foi assim que eu vi o cinema do cineasta pela primeira vez, foi assim que eu senti esse cinema. Penso agora, que já trabalho com cinema, como todo o processo é tão pessoal para mim também e relendo trechos do livro percebo a diferença entre ver o cinema e fazer cinema. Amo todos os dois, mas não tenho dúvidas de que meus momentos mais marcantes em relação ao cinema estarão ligados a segunda opção. Sinto que a mágica do cinema para mim está aí: “…essa experiência tem me deixado sobressaltado, com necessidade de ir ao banheiro, angustiado, com vontade de chorar, zangado, com medo, infeliz, nostálgico, sentimental e não sei o que mais.”

Fica aí a dica de um bom livro sobre o outro cinema!

Post by Jaque Del Debbio